segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Desabafa coração .

Meu querido e fiel coração. Tu que desabafas comigo todos os dias e me imploras para não deixar que alguém te magoue, não me traias neste meu pequeno-grande mau momento. Nem eu nem tu temos culpa. Na verdade, eu tenho a consciência de que possuo uma enorme responsabilidade de todas as vezes que ele se lembra da pessima idéia de nos deixar. Dói. Magoua. Eu sei, meu amor. Também a mim me deixa num estado deprimente e desgastante. Sei que não merecemos. Aliás, ninguém merece. Mas ao longo do tempo chego à dura mas verdadeira conclusão que vivemos numa sociedade sem carácter. Pessoas que não têm consciência da dor que podem causar a outra. E que essa outra também tem sentimentos. É triste. E sei que concordas comigo, meu querido. Não te queria magoar. Não queria que passasses por isto novamente. Acredita em mim. Mereço que me culpes e me responsabilizes por todas as vezes que o voltei a receber de braços abertos e das oportunidades que, secalhar, ainda lhe vou oferecer. Chama me ingénua e burra. Diz me que ando com os olhos carregados de sentimento que nem consigo ver e perceber a realidade. Eu sei que tens toda a razão. Mas sabes? É tão mas tão dificil, meu bém. Querer desprezar e não conseguir. Tentar esquecer e não obter resultados positivos. Quem me dera agir da mesma forma. Deixar tudo, assim do nada. Desmentir tudo o que lhe declarei e tudo o que lhe proporcionei. Mas, na verdade, não sou capaz. N sou. Sou frágil. Muito frágil. E queria ser forte. Para ser capaz de agir de outra forma. Para chegar ao pé dele e dizer lhe que não está a ser correcto e deixa lo em paz para sempre. Mas para ser sincera, não era isso que queria. E tu tambem nao, eu sei. O que tu querias mesmo,  era que ele estivesse presente todos os dias, que te reconfortasse e te acelarasse a velocidade. E eu, apenas queria sentir os seus esbeltos e meigos olhos fixos nos meus e os seus braços fortes presos aos meus. Só queria isso. Apenas isso. Sonho demasiado, tenho essa consciência. E por isso, tenho de acordar para encarar a realidade. Encontrar em mim a força e o equilibrio que tanto necessito para conseguir ultrapassar, mais uma vez, o seu cruel afastamento. E tu, meu querido e estimado coração, vais me ajudar. E eu a ti. Sempre!



33 comentários:

  1. e não desistas fofinha.
    tenho sim !
    O texto está lindo <3

    ResponderEliminar
  2. oh pois é, é um nome mesmo querido só por ser nosso (a)

    ResponderEliminar
  3. o teu texto reflecte exactamente o que eu sinto também :/

    ResponderEliminar
  4. Muito obrigada querida.
    Que texto bonito *.*

    ResponderEliminar
  5. "Sim, já ! Ainda desta vez que voltou n imaginas os dois dias que tivemos. Só matar saudades. Lindo lindo! Foi perfeito cmg. E agora... ... " parece q fui eu q escrevi, sinto o mesmo, sem duvida.

    naqueles dias é tudo perfeito. mas depois acabamos sempre por sofrer imenso. no meu blog "bons sonhos, meu amor" fiz uma carta para a minha paixão (para ele) e lá explico melhor. enfim, é tao complicado s:

    temos q ter força fofinha <3

    ResponderEliminar
  6. oh és muito simpática !
    não tens de que +.+

    ResponderEliminar
  7. E eu vou ajudar-vos aos dois!
    Sempre Catarina..
    :D

    Beijo.

    ResponderEliminar
  8. Desculpa se fui sincera de mais fofinha.
    Tens que ganhar essa coragem, não é bom para ti estar sempre a voltar e a acabar, mas eu sei que vais conseguir. Muita força querida :)

    ResponderEliminar
  9. Maria. Minha melhor amiga. Como eu te adoro <3

    Obrigada por me ajudares sempre que necessito e sempre que te procuro. Es um bem essencial na minha vida. (:

    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. era bem mais lindo se ele nao namorasse :|

    ResponderEliminar
  11. Pois são, todos iguais... ou então nós mulheres temos uma grande queda pelos que são!

    ResponderEliminar
  12. ano passado estavamos mais proximos, este ano :s

    ResponderEliminar
  13. é dificil, mas espero que tenhas razao :)

    ResponderEliminar
  14. no meu caso, por mais que as coisas corram para o torto e por mais que eu tente meter a todo o custo na minha cabeça que ele não merece tudo o que faço e que não sabe dar valor ao que tem, eu sinto que a sua maneira de amar é diferente da minha e que no fundo ele precisa tanto de mim como eu dele...e isso faz-me continuar a lutar pelo que ainda acredito que possa vencer... o nosso amor! e pareceu-me que talvez seja também contigo um bocadinho assim

    ResponderEliminar
  15. podes crer q a mim tambem me enervam -.-
    mas tens razão, nao me vou deixar ir a baixo por essa gente !

    ResponderEliminar
  16. claro, e afinal o caminho é para a frente. gente dessa, sem vidinha própria ? a vida encarregar-se-á de lhe ensinar o q realmente é a amizade !

    ResponderEliminar
  17. Não nos conhecemos, mas podes contar comigo querida :)
    Vais conseguir ;)

    ResponderEliminar
  18. É mesmo minha linda, é o meu sonho $:
    Eu também +.+
    Vou ter de ir embora, beijinhos :)

    ResponderEliminar
  19. oh, minha querida! fala com ele, explica o q estas a sentir e vais ver q tudo vais mudar <3

    pois é amor! (L)

    ResponderEliminar
  20. mas tenta <3
    bem, nem me digas isso! tu nao chateias absolutamente nada. e nao sao parvoices nenhumas. adoro falar contigo :)
    love you (L)

    ResponderEliminar
  21. Eu também comecei há pouco tempo! Agora tenho que dedicar muito tempo à escola!

    ResponderEliminar

Abre o teu coração e exprime-te com as palavras que dele chegam (: