sábado, 25 de setembro de 2010

Presente.

Sou alguém. Um nada recheado por indesejados e complexos sentimentos que completam o meu presente. Não me reconheço. Todas as minhas atitudes impulsivas, todos os meus actos impensados. Sinto saudades de ser quem fui. A minha persistência e a minha teimosia fazem-me falta. Sinto-me fraca. Fraca ao ponto de me achar incapaz de lutar pelo que realmente me faria feliz ou infeliz. Nem noção do que seria bom ou mau para mim eu tenho. Sinto-me impotente. Incapaz de encontrar a solução para a maior parte dos meus problemas. Por vezes, queria ser diferente. Diferente do que sou e do que fui. Não gosto da minha sensibilidade e da minha fraqueza. Queria o oposto. A rigídez e a força. A rigidez, para não acrescentarem a ingenuidade às minhas características. E a força, para não me encontrar neste estado sempre que o irremediável e assíduo sofrimento se instala no meu coração sem me pedir licença. Apetece-me abandonar o que tenho e o que não tenho. Tornar-me numa pessoa que nunca fui. Ter o que nunca tive. E acima de tudo, encontrar o caminho que me ajudará a alcançar a desejada felicidade. Não preciso de muito. Apenas amor, carinho e estabilidade. Tornei-me naquilo em que não me queria tornar. E percebi que sempre dei demasiada importância a pessoas que não têm a mínima noção do que representam para mim. Fui burra. Burra demais. Eu sei. Sinto-me tão frustrada e culpada por nada ter dado certo. Sempre foste uma prioridade. E eu era capaz de dar tudo por ti. Tudo. E tu nem o mínimo de respeito tiveste por mim. Deixaste a conversa a meio e nunca mais quiseste saber de dar uma resolução ao nosso problema. Só isso. E sabes porque me sinto completamente "disfigurada" ?! Por tua causa. Tudo por tua causa.

                                                          PS:. Ainda estou à espera do telefonema que disseste que fazias e não fizeste.

                                                

92 comentários:

  1. Ora essa meu doce, sabes que tenho de te comentar SEMPRE

    ResponderEliminar
  2. que bonito!
    tu e eu, as ilhas gregas sao fantásticas *.*

    passa pelo meu blog de fotografia e deixa a tua opinião :)

    ResponderEliminar
  3. obrigada *
    nós temos sempre o 'vicio' de esperar não é? -.

    ResponderEliminar
  4. Oh meu doce, mas eu não escrevo nada demais (:

    ResponderEliminar
  5. ohh tao querida, obrigada mesmo *.* é sempre bom ouvir uma segunda opiniao :)
    obrigada mesmo *

    ResponderEliminar
  6. sim. tens talento e sabes usa-lo :D

    obrigada *.*

    ResponderEliminar
  7. "As vezes trata-mos como prioridade quem nos trata por opção"
    Eu percebi esse texto tão bem :'s
    Tá simplesmente perfeito.
    Sim de certa forma ouvi, ouvi ele a gritar que não podia mais!
    E depois de um bom treino de futebol, desgaste fisico, descarreguei mesmo tudo. Parece que se tornou tudo mais claro, quando estava a tirar aquele suor do corpo... Achei que devia fazer o mesmo com a minha vida. E disse aquela pessoa, que agora, ergui a cabeça, e crei uma barreira no coração. Ele deve ter percebido, e sinceramente espero que tenha noção do que fez, era a melhor "vingança" que eu podia ter.
    Custou-me dizer-lhe aquilo, mas sei que segunda-feira vou olhar na cara dele, nos olhos dele e sorrir, porque afinal não fui eu que fiz errado nem sou eu quem tem de ter medo de enfrentar os olhos dele!
    Vai continuar a doer, mas pelo menos estou exclusivamente por minha conta.
    E ele um dia irá perceber tudo isso.

    ResponderEliminar
  8. não lhe chamaria amor, mas gostava de um dia poder chamar!
    obrigada, beijinho

    ResponderEliminar
  9. Acredita que um dia vais acordar num dia diferente, diferente de todos os outros dias cinzentos, e vais ter um raio de luz a entrar pela janela (:
    Sim tens razão, não será um sorriso sincero, mas será um sorriso para lhe mostrar, que eu posso ter perdido quilo que mais queria comigo, mas mesmo assim foi ele quem mais perdeu.
    Será um sorriso de desilusão, um sorriso que espero que ele perceba.

    ResponderEliminar
  10. Obrigada querida, adorei o teu blog e também vou seguir :) !

    ResponderEliminar
  11. Estas a chamar-me criança :)
    Eu já quis mesmo isso, era perfeito... é uma vontade digna e compreensivel!
    Estava tão bem num sitio onde aquelas memorias nao existissem, um mundo onde so existisse eu, e que me dava todas as condições para me refazer e fortalecer.

    ResponderEliminar
  12. Tu tambem ja me ajudas-te muito, mais do que pensas talvez (:

    Gosto muito de ti*

    ResponderEliminar
  13. Mesmo...preciso é de uns comprimidos pra dormir, seguidos de uma bela noite de sono x.x

    ResponderEliminar
  14. Sim, eu fiquei a pensar em coisas que me disses-te, e isso ajudou a tomar uma decisão (:
    Eu tambem estou aqui para tudo (L)

    ResponderEliminar
  15. "Deixaste a conversa a meio e nunca mais quiseste saber de dar uma resolução ao nosso problema."
    acho que já se tornou uma hábito as pessoas nos fazerem isto, nos destabilizarem de tal maneira a nossa vida. o que é errado, o que devia ser totalmente proíbido..
    adorei!

    ResponderEliminar
  16. . também gostei mesmo muito *.* vou seguir também :b

    ResponderEliminar
  17. oh amor, sinceramente esse menino está a ser muito parvo. não tens outra forma de falar com ele fofinha?

    ResponderEliminar
  18. "Sempre foste uma prioridade. E eu era capaz de dar tudo por ti." Nunca devemos deixar que a nossa prioridade sejamos nós mesmos, dá sempre mau resultado.

    Eu vou deixar :$

    ResponderEliminar
  19. Nunca devemos deixar que a nossa prioridade não sejamos nós mesmos, nós somos o mais importante*

    ResponderEliminar
  20. E fui mesmo, se não tenho impressão que a minha cabeça explodia :x
    Mas pronto, lá tive umas 10 longas horas de sono (aa)

    ResponderEliminar
  21. Li agora o texto, que já não me doía a cabeça, e está LINDO! Já senti isso tantas vezes, que damos tudo apenas para não receber nada em troca :s

    ResponderEliminar
  22. ó obrigada querida .) Eu bem tento lutar mas não esta fácil

    ResponderEliminar
  23. muito obrigada. escreves tão bem *-*

    ResponderEliminar
  24. A realidade..meu Deus, é tão...que nem existem palavras. :\
    ADORARIA poder fazer mais por ti, doutra forma. Mas...como não posso oferecer-te o meu ombro, por te encontrares num cantinho do país, posso oferecer-te o meu apoio "online" :')
    (tu sabes que o tens).
    CORAGEM. Amores...são assim, meu anjo.

    ResponderEliminar
  25. - adoro a forma como escreves !
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  26. rebuçado de café , de morango , de caramelo (:
    ai meu rebUçado :D

    ResponderEliminar
  27. quem me dera meu amor, quem me dera!

    ResponderEliminar
  28. preconceito é uma coisa muito feia :c
    mas o teu blog não é nada feio x) estou a seguir, gostei *

    ResponderEliminar
  29. tenho pois.
    gostei mesmo, acredita, está tão sentido e verdadeiro.

    ResponderEliminar
  30. obrigado por seguires, já fiz o mesmo, gostei muito da maneira como escreves .
    beijinho (:

    ResponderEliminar
  31. oh, não é preciso um obrigada quando o que disse é verdade mas de nada.

    ResponderEliminar
  32. tinha me esquecido do link :/
    tens agora por baixo da fotografia, já podes seguir.
    obrigada (:

    ResponderEliminar
  33. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  34. não tens que agradecer, escreves lindamente!

    ResponderEliminar
  35. sim, por isso é que ainda nao tomei nenhum decisão precipitada :s
    mas acho que ja nao vou conseguir estar c ele, da mesma maneira , sem pensar nisso, sabendo que uma das hipóteses é isso ter acontecido :S

    ResponderEliminar
  36. muito bonito. escreves de uma forma maravilhosa!
    em relação ao assunto do texto não desesperes porque nada dura para sempre. e quanto menos esperares vais voltar a ganhar essa tua confiança e tudo vai passar a ser o que era ou talvez fique ainda melhor. o importante é acreditares, e nunca desistires. Força!

    ResponderEliminar
  37. pois, talvez seja melhor assim $: agora tens q ser forte e seguir em frente meu amor @

    ResponderEliminar
  38. princesa ofereço-te o meu selo oficial que está no separador "selos" e também nesse mesmo separador, o ultimo selo postado é para ti*

    ResponderEliminar
  39. ómg , que texto +.+
    vi-me completamente nele :\ :$$
    escreves tao bem *.*
    beijiinho *

    ResponderEliminar
  40. A espera corrói-nos por dentro. E nada resta, se não o pulsar fraco de um coração cansado.

    Belo texto!

    ResponderEliminar
  41. eu ando a espera de uma sms que nunca chegou :s
    amei o texto. amei a imagem, está tudo perfeito :)

    beijinho

    ResponderEliminar
  42. está indescritivel!
    perfeito só nao chega! *.*

    ResponderEliminar
  43. Obrigado :) Vou seguir-te também. Blog muito giro. Beijinhos

    ResponderEliminar
  44. muito obrigada pela força querida . adorei :)

    ResponderEliminar
  45. não tens que agradecer, querida :)

    e obrigada pela opinião. é mesmo isso que tenho feito, ocupar a mente e tentar pensar o menos possível no assunto para ver se o esqueço de vez.

    ResponderEliminar
  46. espero que sim. és uma querida, Catarina *-*

    ResponderEliminar
  47. Gosto imenso da tua forma de escrever :D
    Beijinho, Obrigada,

    ResponderEliminar

Abre o teu coração e exprime-te com as palavras que dele chegam (: