quinta-feira, 21 de outubro de 2010

#17 LETTER TO SOMEONE FROM YOUR CHILDHOOD


Não me lembro de nenhuma pessoa em concreto que tenha marcado profundamente toda a minha pura e inocente infância. Mas, lembro-me perfeitamente desses tempos que já vão bastante distanciados deste meu presente que se encontra completamente modificado. Eu mudei. A minha vida mudou. E eu secalhar, nem queria. Por vezes, tenho imensas saudades do que fui e do que fiz. De todas as brincadeiras no recreio da escola e das intrigas inocentes que se instalavam pelo simples facto de todos quererem andar de baloiço e de escorrega. Da boneca que me acompanhava para todo o lado. Dos miminhos constantes oferecidos pela familia. Era o centro das atenções e isso hoje já não é assim. Como já nada é igual ou parecido. Mas, gostava. Gostava que o passado me concebesse o privilégio de reviver todas as componentes mais belas que complementam uma infância. Era uma criança feliz. E hoje sou o reflexo dessa mesma criança que já vai longe. Dessa criança que acabou por se perder no tempo mas que continua bem presente com caracteristicas bem mais definidas e bem mais complexas. Sinto que estou sempre numa constante modificação. Sinto a necessidade de mudar. E na infância nada disto se sentia. Tudo parecia bonito, fácil e verdadeiro .

40 comentários:

  1. que bonitooo :o e bastante veradeiro.

    ResponderEliminar
  2. sim, eu tambem (:
    a infancia e sem duvida a melhor fase da vida , é tudo tao simples !

    ResponderEliminar
  3. adorei, as tuas cartas tem sido lindas!
    o desafio esta a ser 5*
    beijinho

    ResponderEliminar
  4. é mesmo *.*
    ficou lindo o post, como sempre Catarina!

    ResponderEliminar
  5. de nada minha querida@@
    se precisares de alguma coisa, e so dizer meu bem :D

    ResponderEliminar
  6. é mesmo muito dificil, eu que o diga :s

    ResponderEliminar
  7. eu espero que sim, eu pelo menos quero :s

    ResponderEliminar
  8. obrigadaa :D
    como adoro esta música *.* já a tive no meu blog x)
    e concordo, quando éramos pequenas era muito mais fácil e tudo parecia tão alcançável...pessoalmente eu tenho saudades de me contentar com apenas uma ida uma pastilha-elástica

    ResponderEliminar
  9. espero mesmo que se resolva, mas o mais rápido possível, que isto mata me por dentro mesmo ! :s

    ResponderEliminar
  10. é que é mesmo...parece que nos dias de hoje o "stress" e a rotina nos fazem desligar do que realmente era importante e, apesar de na altura nos chamarem de crianças, éramos muito mais adultas do que, se calhar, somos agora...sabíamos viver, sabíamos definir a felicidade e o amor porque era o que sentíamos diariamente sem que ninguém se opusesse :)

    ResponderEliminar
  11. adorava ainda ser criança :D
    E tu estás no meu coração :D e desculpa a ausência :)

    ResponderEliminar
  12. na infância tudo era melhor, tudo mais fácil.
    muito obrigada querida *

    ResponderEliminar
  13. a vida no agora é um acidente que vai piorando ao dia...todos os dias há uma notícia, mais ou menos feliz, mas as coisas parece que não param e deveriam parar...deveríamos ter tempo para respirar ao menos :s

    ResponderEliminar
  14. . é mesmo das melhores coisas, se não mesmo a melhor *.*

    ResponderEliminar
  15. mas quero acabar de escrever para ele .

    ResponderEliminar
  16. É uma questão de ter acordado com os pés de fora :p

    Adorei a carta **

    ResponderEliminar
  17. ' foi mais um desabafo, estou bem querida

    ResponderEliminar
  18. ohmuitoobrigada mas nao esta nada de mais *.*
    as tuas cartas e que estao lindas :)
    e olha lá no desafio não há a carta 22 pois não?

    ResponderEliminar

Abre o teu coração e exprime-te com as palavras que dele chegam (: