quarta-feira, 9 de março de 2011

O Fim.



Foste o maior e pior assassino de amores que alguma vez conheci e por incrivel que pareça o que melhor me conquistou. Subordinaste o meu coração da forma mais consistente e inabalável de sempre. Foram aquelas tuas palavras reconfortantes, aqueles teus abraços aconchegantes e todos aqueles respectivos gestos que embalavam por completo o sentimento que por ti nutria. Soubeste levar-me nas tuas cantigas e eu como naturalmente se podia prever, caí nas tuas garras e saí vitima de toda esta história. Enganaste e abusaste sem eu me aperceber. Trocaste-me as voltas e eu acreditei nas tuas palavras e atitudes. Errei em fazê-lo. Mas pior que acreditar em ti, foi ter-te dado tanto de mim e incondicionalmente. Hoje a revolta é muita e a tristeza é ainda maior. Queria deletar-te definitivamente da minha fiel memória e do meu acanhado coração, mas a tarefa não está fácil mesmo depois do sucessido. Agravaste as feridas que outrora tinham sido curadas e cicratizadas. Desfizeste todos os sonhos que em muitas noites idealizei. Desfiguraste o meu coração e destruiste todas as componentes que o constituia. Colocaste a máscara desde o primeiro dia e usuaste-a sem eu dar conta. Foste o principe encantado que sempre edifiquei e tornaste-te no sapo que nunca procurei. Aos poucos e poucos fui abrindo os olhos, investigando os factos e descobrindo a verdade. Tirei-te a mascara sem dares conta e conheci o verdadeiro ser que escondias. Conclui que és fraco, nojento e covarde demais para me conseguires fazer feliz. Não possuis uma única qualidade básica para conseguires de alguma maneira tornar os meus dias mais risonhos e coloridos. E eu só lamento ter-te conhecido e ter-te deixado entrar no meu coração daquela maneira tão intensa. Mas como diz o ditado e é bem verdade: nao escolhemos de quem gostamos! E eu, tive a infelicidade de nutrir tamanho sentimento por ti. Sairás da minha vida de uma vez por todas.

PS:. Desculpem a ausência, meus queridos seguidores.

26 comentários:

  1. dizes-me o nome da música? *.*
    gostei :)

    ResponderEliminar
  2. passei exactamente por isto, pelo que escreveste aqui. é duro demais ..

    ResponderEliminar
  3. pois, mas nao consgues fazer upload das imagens?

    ResponderEliminar
  4. eu quando nao consigo faço upload noutro site e depois colo a foto para o post

    ResponderEliminar
  5. escreves cada vez melhor sempre que fico sem cá vir fico tão surpreendida quando volto :D

    ResponderEliminar
  6. não sei que se passou para teres fugido daqui por uns tempos. senti tantas saudades tuas e muitas vezes vinha cá só dar uma visita de olhos para ver se já tinhas um novo texto e eu não o tinha chegado a ver.
    já escrevi tal e qual como tu, palavras doentes, fortes e fracas ao mesmo tempo, cheia de dor e sem saber o que fazer. mas um dia, consegui, venci e hoje sou feliz. contigo, acontecerá o mesmo, só não podes é desistir de ti e de acreditar sempre que em primeiro estás tu e depois os outros. orgulha-te, aqui <3

    ResponderEliminar
  7. Podias-me ter dito alguma coisa pequenina. Que não voltes a repetir tal coisa, aiai :b Obrigada pelo o que me disseste, é muito bom saber isso e ainda melhor saber que as minhas palavras ajudam. Sabes que te quero é bem e ultrapasses tal dor venenosa e feia. Vou estar sempre cá, ly <3

    ResponderEliminar
  8. és um amor princesa! gosto tanto de ti e quero-te tanto bem! força <3

    ResponderEliminar
  9. Não há necessidade disso, tu sabes muito bem <3

    ResponderEliminar
  10. meu amor só eu sei os dias que eu pensava "hoje tenho de ir ao blog " e acabava por chegar cansada a casa sem vontade de ligar o pc :O

    ResponderEliminar
  11. não sei, catarina.
    talvez sim, talvez não

    ResponderEliminar
  12. tenho continuado a escrever mas no outro blog, no ao som do mar.
    mas apagar, apagar penso que não era capaz, faz parte da minha vida, das minhas memórias e daí, por mais vezes que o apague, o blog nunca se irá.
    ps. MÚSICA EXAUSTIVAMENTE LINDA, SEM FIM

    ResponderEliminar
  13. do novo, blog (era o que queria dizer)
    mas se pensaste que era do novo post, e se te referes a quem eu penso, não. não é pra ela

    ResponderEliminar
  14. Muito expressivo, adorei a forma como escreveste:’)

    ResponderEliminar

Abre o teu coração e exprime-te com as palavras que dele chegam (: