segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Embalada por ti .

Irrequieta mas ao mesmo tempo sossegada no meio de toda uma multidão de pessoas que não me aceleravam o coração, ali estava a pensar em ti. E tu, por mero acaso ou por ironia do destino, ligaste-me. Ligaste-me e nesse mesmo instante o meu coração interiorizou e consciencializou a tua atitude. Acelarou descontroladamente e retribuiu a chamada. Preferi ir ter contigo e passar o resto da noite ao teu lado. Sabia que seria muito mais rentável e perfeita aos meus olhos. Foste e continuas a ser a minha prioridade. Porque és tu quem eu amo, quem me faz vibrar e quem me faz suspirar perdidamente. Ainda sinto a felicidade que naquela noite inundava o meu corpo e recheava o meu coração. Ainda me lembro da tagarela que estava e do excessivo entusiasmo que dominava por completo os meus cinco sentidos. A estes efeitos conscientes que causas em mim, chama-se de amor. Amor esse que ainda perdura intacto. E continuará a subsistir nos cantos e recantos do meu coração, nas profundezas da minha alma, na cavidade das minhas veias e no bonito esconderijo das nossas memórias. Sentir o teu admirável corpo , olhar o profundo brilho do teu olhar, apreciar o teu resplandescente sorriso e ouvir delicadamente as tuas simples palavras tornaram-me sedenta de ti. Remexeram no desejo que se encontrava escondido e despertaram a vontade de te querer incondicionalmente. Foi irresistivél não me deitar no teu ombro, aconchegar-me no teu peito e ouvir sossegadamente o teu harmonioso coração. Num ápice os nossos lábios aproximaram-se e pronunciaram uma junção perfeita. Senti o coração aos pulos, os sentimentos à flor da pele e a magia no ar. Beijar-te e envolver-me em ti foi o sonho que predominava em todas as minhas noites, em todos os meus pensamentos e idealizações. É perfeito a maneira como ainda me deixo embalar pelos teus sorrisos, me deixo seduzir pela tua presença e me deixo acalentar com as tuas simples palavras. As incertezas não se deixam intimidar, os medos não se sobreponhem e as inseguranças não ganham vida quando me encontro ao teu lado. És o calmante e o fortificante do meu ser. És a dose diária que me enche  as medidas e me alimenta os sonhos na perfeição. Adormeci a pensar no último beijo, a relembrar todo o encontro e a esperançar o próximo. Amo-te, detentor do meu coração.


31 comentários:

  1. obrigada, por tudo!
    depois quero saber tudo sobre isso :p

    ResponderEliminar
  2. obrigada amor, e já é inevitável dizer que o teu está deveras magnifico !

    ResponderEliminar
  3. obrigada meu amor, não perciso dizer que o teu está lindo porque sabes que gosto sempre !

    ResponderEliminar
  4. Juro que a cor da tua letra dá-me cabe dos olhos. Não está a fazer contraste :$

    ResponderEliminar
  5. ohm, para quem é para mim, claro <3

    ResponderEliminar
  6. Amo, venero! Rapariga desde o primeiro dia que entrei neste cantinho disseste-me tanto.

    ResponderEliminar
  7. eu já nem sei o que mereço, aliás é por isso que estou tão revoltada. não aguento mais isso, tenho uma dor tão grande e sinto-me vazia s: obrigada por todo o apoio e desculpa a desatenção ♥

    ResponderEliminar
  8. disse-te que também havia a possibilidade de tudo correr bem, e correu mesmo :)
    fico contente minha querida <3

    ResponderEliminar
  9. obrigada por teres ajudado a minha irmã (:

    ResponderEliminar
  10. gostei do texto. está deveras lindo.
    adorei a musica

    ResponderEliminar
  11. Adorei! (:
    Qual o nome da musica do teu blog querida?
    Beijinhos e força! *

    ResponderEliminar
  12. que lindo *.*
    obrigada , e desculpa , so vim agora a net (:

    ResponderEliminar
  13. ela não anda por aqui pelo blog princesa, é mais velha que nós (:

    ResponderEliminar
  14. se votaste naquele site que eu pedi, estavas a ajudá-la a ganhar um bimby fofinha..

    ResponderEliminar
  15. é isso que estou a fazer :)
    está lindo!

    ResponderEliminar

Abre o teu coração e exprime-te com as palavras que dele chegam (: