domingo, 14 de novembro de 2010

Finalmente a verdade.

Já foram tantas as vezes que te escrevi. E sabes? Nunca te disse o que devia ter dito e nunca admiti o que devia ter admitido. O que dizia sentir por ti não era uma realidade absoluta e verdadeira. Era apenas uma redução do tamanho do sentimento que carregava no lado esquerdo do meu peito. Mas posso-te dizer conscientemente que com o tempo o sentimento foi-se desgastando e foi sendo absorvido pelas tuas incompreensíveis e angustiantes atitudes. Afinal, pensavas que tudo o que te oferecia, tudo o que fazia por nós era resultado de um sentimento assim tão diminuto e insignificante? Pensavas que quando te declarava vezes sem conta, a importancia que representavas na minha vida, não tinha argumentos fundamentados para tal verdade? Tinha razões mais que válidas para te declarar tudo o que te declarava. Nunca me entregaria de corpo e alma se não nutrisse o amor que nutria por ti. Nunca faria o que fiz se não fosses realmente importante. E agora, poderia estar arrependida por não te ter proferido olhos nos olhos que aquilo que carregava por ti no meu coração, não era apenas carinho, mas sim amor incondicional. Mas sabes? Por vezes, o medo subrepõe-se aos sentimentos que encharcam o nosso coração e isso impede-nos de admitir a verdade. E foi o que aconteceu comigo. E hoje percebo que foi o melhor. Foi o melhor, porque sabia que te ia perder e que o sentimento não era minimamente recíproco. Então, eu preferi continuar do teu lado. Preferi continuar a sentir cada abraço teu, a receber cada chamada e mensagem tua. E preferi esconder e omitir este sentimento que desgastava o meu coração e o meu subconsciente. Não foi fácil. A tua ausência condenava a minha consciência. E foram tantas as vezes que te tentei ligar. Mas a coragem era sempre inferior ao medo e ao receio que me completava. Mas é irónico como hoje tenho a coragem de te confessar um dos meus maiores segredos. Confesso-te, porque nestes últimos dias tive a certeza que esquecer-te era a única solução, que era o único caminho sólido e válido. E para ser sincera, és tu que me tens ajudado com cada palavra que me declaras, com cada caracteristica a que me equivales e com a verdade que o teu coração me demonstra silenciosamente. Vais ser sempre especial. E não são precisas muitas palavras para descrever o motivo pelo qual declaro esta afirmação. Eu sei que tu sabes. E eu também sei. Mas sabes? Agora que vou descobrindo a tua verdadeira personalidade e a tua verdadeira essência, percebo que a nossa história possui dois significados distintos. Para mim, foi uma das mais importantes e para ti uma das mais banais. Eu sei que um dia te vou relembrar com o maior carinho, que te vou reencontrar com a maior saudade e que te vou reconhecer pelos momentos que juntos cravamos na minha memória. O teu nome nunca me irá soar a estranho e as nossas memorias nunca me irão saber a indiferença. Mas chegou a altura de abandonar todo este sentimento que me consome a felicidade e me corrói o sorriso que outrora evidenciavas. Sê feliz, papá dos meus filhos.

84 comentários:

  1. - talvez tenha sido mesmo o melhor amor, tu mereces ser feliz !
    quem me dera querida (:

    ResponderEliminar
  2. Que lindo texto Catarina! Mais um :)

    ResponderEliminar
  3. secalhar foi melhor assim :S esquece.lo de vez e seres feliz, seguires a tua vida . por um sorriso nos labios . tu mereces *.*
    adorei, escolha de palavras fantástica *.*

    ResponderEliminar
  4. Que texto lindo. Tomaste uma atitude de grande,grande coragem. Mas mais importante que isso, tomaste a atitude mais correcta e acertada.

    ResponderEliminar
  5. - ai é ? pensava que era o mesmo, como dizes "sê feliz papá dos meus filhos", mas pronto, a mensagem é a mesma (:

    ResponderEliminar
  6. A tua forma de agradecer é sorrindo :')

    ResponderEliminar
  7. eu sei que não pode ser meu amor, mas já deixei de acreditar em mim há imenso tempo, a esperança evaporou-se e voltei a ter o medo do futuro :x

    ResponderEliminar
  8. tens toda a razão.
    gostei do teu texto.

    *

    ResponderEliminar
  9. admiro a tua força e a tua corajem meu bem :$

    ResponderEliminar
  10. acho amor, só tens de ser verdadeiramente feliz*

    ResponderEliminar
  11. obrigada minha querida, tens sido incansavel e muito importante (L)

    ResponderEliminar
  12. só não mando porque não quero incomodar, amor.

    ResponderEliminar
  13. de nada querida, já sabes q sou realista !

    ResponderEliminar
  14. infelizmente, tenho.
    amor, adorei este texto! escreves cada vez melhor :)

    ResponderEliminar
  15. é mesmo :)
    adorei o teu texto, como sempre. escreves com o coração, sente-se em cada palavra vinda de ti

    ResponderEliminar
  16. Catarina, estou sem palavras :o repeti a leitura três vezes, emocionei-me e fiquei sem expressões para tal descrição. Olha, apenas isto eu te digo: FANTÁSTICO :O <3

    ResponderEliminar
  17. Esta tao lindo amor. É preciso ter coragem para seguir em frente como tu estás a fazer (:
    Tu tambem irás ser feliz!
    Quanto a mim, não estou bem, nem estou mal, apenas estou, ou até nem estou. Sinceramente, não sei!
    Pessoas dizem-me coisas diferentes. E aquela que me deveria dar a verdade como ela é, diz, contraria, faz sonhar, e arranca-te o coração. Diz que tem duvidas do que sente, é muito querido, diz que nem quer relembrar coisas do passado porque isso ia trazer-lhe saudades! Mas as atitudes dele mostram que ele não quer nada, as vezes ate parece que anda a brincar. Outras, parece que ainda existe lá alguma coisa, quando olha para mim daquela maneira!
    O unico problema é que eu nao tenho coragem de lhe falar olhos nos olhos.
    E para ele se recordar de tudo, estou a escrever isto, tudo o que tenho sobre nos desde o inicio. Para ver onde as duvidas dele vao.

    ResponderEliminar
  18. já ando assim há um ano meu amor :x

    ResponderEliminar
  19. é a verdade. escreves, aii :$ UAUU MESMO * ly <3

    ResponderEliminar
  20. obrigada, amor, acredita que o apoio que dás-me por aqui já ajuda-me imenso :')

    ResponderEliminar
  21. obrigada querida, adorei o texto :) **

    ResponderEliminar
  22. escreves sim, e não precisas de agradecer *

    ResponderEliminar
  23. O Natal também está aí, tenho tempo +.+

    ResponderEliminar
  24. adoro, querida (:
    não ouvia ao tempo!

    ResponderEliminar
  25. - sim, sempre juntas <3
    - este texto fez-me chorar catarina :x

    ResponderEliminar
  26. Querida talvez tenha sido realmente o melhor.
    Eu não quero acreditar no que estou a sentir. Quem me dera que isto fosse apenas um 'sonho'...

    ResponderEliminar
  27. e finalmente! já estava um bocado farta xD
    tão lindo, meu amor!

    ResponderEliminar
  28. Apenas não é a altura correcta. Precisava de tempo para mim, de me compôr emocionalmente, não precisava que viessem romper com a minha estabilidade. Não quero sofrer nenhum descalabro sentimental!

    ResponderEliminar
  29. pois é amor, é engraçado, mas cansa :|

    ResponderEliminar
  30. é o que tento fazer todos os dias, um dia.. um dia vou conseguir
    obrigada por tudo, princesaaa

    ResponderEliminar
  31. ' eu sei e obrigada e tu sabes que eu também estou aqui para o que precisares, sempre .

    ResponderEliminar
  32. ainda bem que sim!!!
    e eu AMEI o teu texto!!
    esta lindo mesmo meu bem :)

    ResponderEliminar
  33. ' não tens que agradecer. alguma coisa avisa.
    Mais um texto excelente :)

    ResponderEliminar
  34. Obrigada pela força incondicional. És sempre tão prestável, és um dos maiores anjos da blogosfera (:

    ResponderEliminar
  35. e eu o teu princesa. gosto de ti rapariga <3

    ResponderEliminar
  36. Obrigada querida, mas é verdade. Hoje em dia o mundo é assim e tenho que aceitar por muito que custe. Mas ás vezes só me apetece explodir e dizer tudo o que penso duma vez só.
    Este texto está lindoo, penso que ele teria te amado de verdade se tivesse valorizado o vosso amor da mesma forma que tu o valorizas-te (;

    ResponderEliminar
  37. O problema é que habituei-me a deixar tudo cá para dentro. E fico com a mágoa por muito que doa. Faço sempre isso. Só mesmo quando estou mal disposta, aí é que expludo mesmo.
    Eu também já tive um caso assim, mas no final minha querida, ele quis voltar, queria que voltasse para ele e não me arrependo nada de ter dito um "não". Porque nem valeria a pena cair na mesma rasteira... E tu vais conseguir ultrapassar isso por muito que custe, mas vais conseguir (:

    ResponderEliminar
  38. Sim, eu vou começar a fazer isso. Agradeço-te mesmo pelas palavrinhas querida, necessitava mesmo disso :)
    Ora essa, podes contar comigo para o que for necessário. Sempre tentarei dar o meu melhor (;

    ResponderEliminar
  39. e eu gosto de tudo que anda por aqui

    ResponderEliminar
  40. MESMO!
    podes dizer-me o nome da musica? adoro :) <3

    ResponderEliminar
  41. Muito Obrigada, mas sou normal amor :S

    ResponderEliminar
  42. está lindo mas tão triste amor :(
    revejo-me tanto neste texto. mas sabes, passo a vida a dizer: "vou-te esquecer." "vais sair da minha cabeça" "é hoje." e afinal de contas, ele continua aqui, no lado esquerdo do peito, a deixar saudades e a fazer escorrer lágrimas.
    espero que não te aconteça o mesmo amor, mesmo. e estarei sempre aqui, sempre <3

    ResponderEliminar
  43. muito bem Cate (: e sim , por algumas amizades fazemos TUDO !

    ResponderEliminar
  44. vais onde diz definições dos comentários e escreve onde tem : Mensagem do formulário de comentários : )

    ResponderEliminar

Abre o teu coração e exprime-te com as palavras que dele chegam (: